sexta-feira, 28 de julho de 2017

Motoqueiros vs Motociclistas - A discussão que já deu



Postei isso em um grupo que participo, e gostaria de compartilhar com vocês.

Na boa vamos falar sobre rótulos.

Antes de ler:
1-) Leia até o final, com calma.
2-) O assunto não deveria ser sério, mas se tornou, infelizmente.
3-) Por favor comente para agregar não para gerar discórdia, que isso já tem tido muito no meio.

Primeiro, por que toda hora esta discussão ?

Já ta dando no saco esse mimimi de motoqueiro x motociclista, esta diferenciação e taxação num movimento que é sobre liberdade, viajar, curtir a paisagem e a estrada, ir o mais longe possível, e se divertir o máximo possível.

Do momento que começa com a taxação de motoqueiro ou motociclista já está errado, cada um é o que é, cada um é o que se sente melhor, vive a sua vida, lógico, sem interferir na vida dos outros.

Agora para definir os babacas não adianta chamar de motoqueiro, ou o que seja, que babacas são babacas, inclusive entre os que se dizem "verdadeiros motociclistas" tem uma galera que toma atitude do que eles chamam de "motoqueiro", gente que se esconde na "fachada politicamente correta do motociclista" mas não exita em cortar um sinal vermelho, furar um corredor, jogar a moto em cima do irmão que tem moto menor, que quando é cumprimentado na estrada não devolve o cumprimento, gente que acha que precisa ter moto da marca H ou do estilo D pra ser motociclista de verdade.

Na boa, menos segregação e mais união, que isso é o que faz o movimento forte, já vivemos em um país dividido por brigas imbecis por política, agora vamos nos dividir também dentro do motociclismo por rótulos idiotas ?

Deixe seu comentário abaixo sobre este assunto que cada vez mais divide o movimento e gera polêmicas.

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Lançamento Honda CMX 500 Rebel Ficha Técnica + Vídeo

11:31 Posted by Vinicius Sartori , , , , 1 comment

A Honda anunciou no salão de Long Beach - Califórnia a nova Honda CMX 500 Rebel, mais uma para a família 500, e acrescenta mais um modelo às custom da marca.

Os modelos Rebel 500 e Rebel 300 lado a lado.


Modelo irá custar em torno de U$$ 7000,00.

Além da Rebel 500 a Honda anunciou um modelo de 300cc para deixar a linha mais completa.

Painel digital completo com mostradores essenciais.


Seu desenho é mais esportivo com muito preto fosco, buscando um público mais jovem.

O que é surpreendente neste modelo é a escolha do motor 2 cilindros em linha 500cc, apesar de ser uma plataforma confiável este tipo de motor não é muito comum em modelos custom.


Já para o mercado brasileiro não há previsão de chegada deste modelo

De perfil mais alto e esguio é uma ótima escolha para
o uso urbano

A moto tem um projeto mais para a cidade podendo ser observado pelo seu tanque de apenas 11,2 Litros não sendo o ideal para longas distâncias, mesmo em um motor injetado.

Além de ser uma moto mais esguia, e com uma suspensão dianteira mais elevada o que facilita a locomoção dentro do terreno urbano.
Rodas de liga leve com um design agressivo que casa com o conjunto
Para quem deseja customizar pelo menos no quesito acessórios de fábrica a Honda fornece apenas: Para-brisas, Tomada 12v, estrutura para Rack Traseiro e Bags Laterais (mas o mais divertido da custom é o homemade não é mesmo ?).
Além de vir com 3 excelentes escolhas de cores: Graphite Black, Matte Armored Silver Metallic e Millennium Red, cores que combinam com o visual mais agressivo deste modelo.

Fiquem, com um vídeo de divulgação do modelo: 

Para quem se interessa pela parte mais técnicas, seguem informações divulgadas pela Honda sobre o modelo:

Cores Disponíveis:

Graphite Black (preto)
Matte Armored Silver Metallic (prata)
Millennium Red (vermelho)

Acessórios fornecidos na concessionária:

  • Pára-brisas
  • Tomada de 12V
  • Estrutura de Rack Traseiro
  • Bags Laterais

Especificações Técnicas:

  • Motor 471cc 2 Cilindros em Linha
  • Potência:  47cv à 8500rpm
  • Torque: 43nm (4,38 kgm.f) à 7000rpm
  • Compressão: 10.7:1
  • Embreagem: Multidisco em banho de óleo
  • Transmissão: Corrente
  • Câmbio: 6 Velocidades

Dimensões

  • Comprimento: 2.188 mm
  • Altura: 1.094 mm
  • Largura: 820 milímetros
  • Distância entre eixos: 1.488 mm
  • Ângulo de lançamento: 28 °
  • Avanço: 110 mm
  • Altura do assento: 690 milímetros
  • Peso: 190 kg
  • Depósito: 11.2 litros 

História da Yamaha (Dublado PT-BR)



Vamo falar de história ?

Isso mesmo, um vídeo muito show com a história da falando desde o inicio até o surgimento da R1, vejam, vale apena.

A primeira moto da marca: Yamaha YA 1 "Libélula Vermelha"


Pra quem não viu ver, e pra quem viu rever!


De fabricante de pianos à motos de alta performance.



Gostou do conteúdo ? Quer mais ? Tem sugestões ? Comente abaixo!

terça-feira, 22 de novembro de 2016

As motos Custom mais vendidas no Brasil em 2015

Para matar a curiosidade da galera que curte motos custom, ae vai a lista das mais vendidas de 2015.

Por sinal, as japonesas ainda dominam o mercado.

Yamaha Midnight Star


XVS 950 Midnight Star Mais Vendidas 2015
XVS 950 Midnight Star uma das mais elogiadas da categoria em 2015


Eleita em 2015 pela revista 4 Rodas a melhor moto custom de 750 a 1200 cilindradas, o modelo lidera o top 5 de motos custom mais vendidas no Brasil, ficando a frente de diversos concorrentes de peso. O motor de dois cilindros em “V” de 950 cilindradas possui bastante torque e é perfeito para curtir longas viagens.

Seu preço gira em torno dos R$ 40 mil torna um bom custo benefício para quem busca uma moto com design mais clássico, e não quer sair das marcas japonesas.

Suzuki Boulevard

Suzuki Boulevard M800 2015
Suzuki Boulevard M800 com visual mais agressivo motor confiável
das motos do ranking a única com transmissão por cardã.

A Concorrente direta da Midnight Star da Yamaha a Suzuki Boulevard vem equipada com um motor de 805cm³ e transmissão por eixo cardã, que lhe fornece um ótimo custo-benefício na hora das manutenção.

A Suzuki Boulevard é perfeita para motociclistas que desejam mesclar um design robusto e alta performance com um motor que fornece 7,04 kgf.m a 4.000rpm.

Harley Davidson Iron 883


Harley Davidson Iron 883
Harley Davidson Iron 883 o modelo de entrada da
marca norte-americana no brasil



Modelo com custo médio de R$ 42mil é a moto de entrada da marca, sendo isto que a torna a preferida, ou a principal escolha para quem está querendo entrar mais a fundo no mundo Custom de Harley.

A Iron 883 possui um estilo retrô, porém, bastante agressivo, mostrando porque é a mais vendida entre o público jovem brasileiro. Sendo um dos primeiros modelos da linha Dark Custom é um dos mais comercializados no mundo.

Harley Davidson Fat Boy

Harley Davidson Fat Boy a moto imortalizada por Arnold Shwaznagger
no Filme: O Exterminador do Futuro.

A moto do exterminador do futuro, a mais famosa da marca provavelmente só não ocupa um lugar mais alto muito provavelmente por seu preço.

Mas apesar de tudo com estilo robusto aliado à posição confortável de guiar torna essa moto uma das mais confortáveis entre os modelos Custom. Ela é ideal para os mais diversos públicos, desde os fãs do eterno exterminador, até os apaixonados pelo som clássico da Harley Davidson.


Harley Davidson V-Rod

Mesmo não agradando aos mais puristas, a Harley Davidson V-Rod oculpa
um quinto lugar, sendo o Brasil um dos mercados que mais compra este modelo

Sendo o mercado brasileiro um dos que mais compra esta moto, apesar de muitos proprietários de Harley torcerem o nariz para o estilo desta moto por ser mais esportivo, mas ainda se encaixar como Custom.

A V-Rod é dividida em dois modelos: a V-Rod Muscle e a Night Rod. Ambas possuem o mesmo motor V-Twin de refrigeração líquida, que desenvolve mais de 120 cavalos. A linha é ideal tanto para os que curtem um simples passeio, como para aqueles que gostam de acelerar e levar a moto ao extremo.


Curtiu esta postagem ? Comente abaixo sugestões de conteúdos em nosso blog.














sábado, 19 de novembro de 2016

Lista de Peças Alternativas da Kasinski Mirage 250 (Aquila GV 250)

06:59 Posted by Vinicius Sartori , , , , , , , 1 comment
A minha Mirage 250cc com kit de Carburação Simples do Nicolas Carluci



Falae galera, beleza ? Bom, vejo por ai muitas listas de peças para mirage 250, algumas às vezes não tão precisas, apartir disto pensei em colocar uma lista de peças corrigidas com algumas experiências que tive recentemente.

Esta lista foi feita baseada nas mirages carburadas, não tenho muitas informações sobre as peças alternativas para as injetadas.


Agulha de carburador: agulha de XT 225
Amortecedores: Honda CB500, ou Universais com Gás .
Bateria: YTX9-BS Diversas Marcas
Buchas Amortecedor traseiro: Honda Código: 52489-399-601
Cabo de acelerador: Honda CBX 200 Strada (somente para as carburadas)
Cabo de acelerador: Honda CG Cargo
Cabo de embreagem: Honda CBX 200 Strada
Coroa: Yamaha YBR (Bem polêmica esta parte
Coroa: VAZ 46 Dentes, código: DA09.446T
Corrente: Qualquer uma com "passo 520" com 116 elos. utilize com retentores, a durabilidade é maior.
Capa da corrente: Virago 250, mas adapte a furação. É a que tem a balança com a melhor semelhança no tamanho. Recomendável também verificar fabricação por encomenda com a Dunas.
Conjunto ótico: Twister, com adaptação de um pequeno furo para a lâmpada menor., ou pode ser utilizado o da Suzuki intruder, porém o bloco é menor
Estator: Honda Strada 200.
Filtro de óleo: Suzuki Katana 125 , YES, Intruder 125
Juntas de Motor: Suzuki Katana 125
Kit do Carburador: Honda CG125
Kit Relação: D.I.D 520V 116 + Kit Coroa Vaz (46 dentes) e Pinhão Vaz (14 dentes  DB11.114 )
Manete de freio: Suzuki Yes
Motor de partida: Yamaha YBR
Oleo das bengalas: Motul medium 5w (há quem use 10w para a moto dar menos soco seco)
Pastilhas de freio ECOMOTO: Código: ECOPM019
Pastilhas de freio FABRECK: FBK0624 Honda NSR 50, MBX 125, 50 CMX 250
Parafuso de regulagem dos carburadores: YBR 125 TK 213
Parafuso de regulagem de e equalização do carburador: YBR 125 TK 213
Relê dos piscas: Honda CG 125
Relé de piscas: IM-11420 - Marilia - r$ 6,00 (usar lâmpadas de 5W)
Retentores: Suzuki Katana 125, NX150, NX 200, XLX 250, XL 250R, CBR 450, DT 180 e XTZ 125
Retificador: Honda Falcon ou também a opção de comprar um recondicionado de boa qualidade do Chiarattohttp://www.chiaratto.com.br/ (São muito bons)
Rolamento da mesa (Caixa de direção): HR 32005XJ 7-07 e XR320/28XHJ 6-16
Torneira de gasolina: RD350 / YBR125
Vela de Iridium: NGK CR8EIX, CG150, CG125*, Código: CR8E NGK(ou outra marca) CPR8EA-9

Ou Peças importadas Mirage GV 250/Aquila diretamente da Coreia.
www.hyosungsourse.com


Dicas do que não utilizar de peças em sua mirage 250:

Esticador de Corrente da CG: Evite, não cabe direito, o que é comumente feito: uma solda na ponta para estender, porém isto pode ocasionar o estouro da sua corrente dentro do motor.

Coletor da Comet 250: parece tentador pois o preço é menor, mas são mais altos, o encaixe do carburador fica péssimo, da uma trabalheira para regular e o seu motor vai trabalhar com falta.

Agulha da YBR 125: é mito, não da certo, como dito na lista acima, a da XT 225 (é fácil de achar) da certo e já vem com a mola.

Coroa da YBR : evite, vai desgastar rápido, quem utilizou para longas viagens já teve dor de cabeça.

Pneu de Fusca: Tirei da moto, está judiando menos da relação (to tendo que esticar menos), a moto esta curvando melhor, mais macia, e da mais segurança ma pilotagem, fora que o arrasto diminuiu bastante (mas não quero entrar no mérito da discussão)

Tem sugestões de peças ? Sugestões do que funciona ou não desta lista ? Comente abaixo que eu irei atualizar.

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Paródia de Son's of Anarchy: Scoots of Anarchy

20:20 Posted by Vinicius Sartori , , No comments
Como na gringa a zoeira não tem limite, e os kra brincam, levam tudo na gozação, eis que surge um vídeo chamado Scoots of Anarchy

Caras maus com suas scooters do metal! 

Básciamente um seriado filmado com celular, uma paródia até apoiada pela própria equipe do Son's of Anarchy muito bem feita e bem interessante, só que o Audio está em inglês, mas é muito bacana de assistir, os vídeos já tem um tempo que foram postados mas vale apena assistir.

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Especial: Sexta Feira Dia de Pinup

Uns dizem que sexta feira é dia de maldade, outros dizem que é de ficar bêbado em casa, o que eu tenho a dizer ? Sexta feira é dia de andar de moto! Então bora curtir

E para inspirar o rolê do final de semana, porque não maravilhosas pinups motociclistas ?

As imagens se encontram todas em alta resolução e podem ser utilizadas como papel de parede.